ACESSOS
121911

 
 
    < Voltar  

09/09/2021 10:07:16


IMPEACHMENT DE BOLSONARO NÃO VINGA

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

Foto: divulgação

Após a manifestação popular da qual participou o Presidente Jair Bolsonaro no dia 7 ultimo, analistas políticos arriscam a dizer que as possibilidades de impedimento do Presidente é zero (0).

As palavras bonitas pregadas pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, pouco ou nada irão influenciar no desfecho final.

O que está em jogo não são as bravatas do Senhor Jair Bolsonaro, mas para os 513 deputados o mais importante no próximo ano é a reeleição e os bilhões em emendas e outras benesses, portanto, cassar o Presidente agora, nem pensar.

Os senhores deputados sabem muito bem avaliar o risco de cassar Bolsonaro e ter que enfrentar um general disposto a dar uma banana para eles.

Isso é exigir demais, é querer que os Deputados tenham um genuíno patriotismo,  o que eles não têm.

Diante desse quadro a possibilidade de ser instaurado e aprovado um processo de impedimento do Presidente Bolsonaro é zero (0).

A pergunta que não quer calar é: Então o que fazer?

A resposta é muito simples, é preciso ir além das bonitas palavra do discurso proferido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, para quem “nenhuma nação contrói sua identidade sem dissenso”. 

A distância que separa a beleza do discurso para a prática é muito grande e neste momento ninguém está interessado a parar para pensar de acordo com o ministro e nem com o Supremo Tribunal Federal.

Há mais disposição para a guerra sem armas, do que para a busca de consenso.

Queiram ou não os apaixonados por Bolsonaro, ele já demonstrou que não tem limites, e mesmo não dispondo de instrumentos legais para fazer o que pretende, ele acha que pode e tem.

Bolsonaro pode usar a Lei Complementar 97, de 9 de junho de 1999, e conceder ao Exercito o poder de policia, mesmo sendo ilegal.

O bom mesmo é deixar de lado às palavras bonitas e com atos concretos partindo do Congresso descontruir a celeuma criada. 

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!