ACESSOS
121911

 
 
    < Voltar  

15/07/2021 09:37:56


VOTO IMPRESSO FICA PRA DEPOIS...

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

 

Nelson Brelaz

Foto: divulgação

A decisão de mudar a norma utilizada para coletar os votos dos eleitores nas eleições em todos os níveis através da urna eletrônica sem fornecer comprovante do voto, mas tão somente que o eleitor compareceu ao local de votação, precisa ser discutida e votada  em Plenário das duas Casas do Parlamento Nacional, por duas sessões.

A mudança da qual o Presidente Jair Bolsonaro é o maior defensor para valer para a eleição de 2022, precisa ser votada e aprovada até outubro, se isso não acontecer, não será desta vez que se tornar realidade.

Como é costume do Congresso Nacional, as coisas mais importantes para a população devem ser deixadas para depois, e, assim procedendo o presidente da comissão especial que analisa a PEC do Voto Impresso, deputado Paulo Martins (PSC-PR), afirmou que a análise do projeto ficará para agosto, após o recesso parlamentar.

Ao justificar a inércia da comissão que preside o  deputado Paulo Martins (PSC-PR), disse que o texto seria colocado em votação em reunião agendada para esta quinta-feira (15), mas teve de ser cancelado porque o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) convocou reunião do Congresso Nacional, com participação de senadores e deputados, para a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!