ACESSOS
121911

 
 
    < Voltar  

14/07/2021 20:09:26


POLÍCIA MILITAR DO AMAZONAS PERDE O SISTEMA GUARDIÃO E O LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA CONTRA LAVAGEM DE DINHEIRO

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

Foto: divulgação/arquivo

Depois do escândalo de roubo de ouro por militares da Policia Militar em que o coronel Daniel Picolotto aparece como um dos principais envolvidos, o sistema de rastreamento conhecido como Guardião e o laboratório de Lavagem de Dinheiro vai sair da Secretaria de Inteligência e passa daqui a 20 dias para Polícia Civil do AM.

A decisão foi tomada pelo Ministério Público do Amazonas através das promotorias de Justiça de Controle Externo da Atuação Policial e Segurança Pública (Proceap) e Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

O sistema Guardião tem a finalidade de interceptar conversas telefônica autorizadas pela Justiça, mas vinha sendo usado para a prática de crimes.

A recomendação do Ministério Público é dirigida ao governador do Estado, Wilson Lima; ao secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas, coronel Louismar Bonates; e à delegada-geral de Polícia Civil, Emília Ferraz.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!