ACESSOS
99822

 
 
    < Voltar  

01/11/2020 10:14:42


SEMANA DECISIVA PARA WILSON LIMA EM BRASÍLIA E PEDIDO DE IMPEACHMENT PODE SER VOTADO

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Informações vindas de uma fonte de Brasília revelam que Wilson terá surpresas indesejáveis, que podem terminar com um pedido de impeachment para ser apresentado no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (ALE)

 

Alex Braga* / redacao@diarioam.com.br

Publicado em 1 de novembro de 2020 às 06:00

Manaus – Semana tensa! As primeiras semanas de novembro serão de muita tensão para o governador Wilson Lima. Informações vindas de uma fonte de Brasília revelam que Wilson terá surpresas indesejáveis. As surpresas indesejáveis de Wilson Lima podem terminar com um pedido de impeachment para ser apresentado no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (ALE).

Impeachment

O pedido de impeachment está engavetado desde de maio deste ano ou seja há 5 meses. De acordo com o pedido de impeachment do governador Wilson Lima entregue à ALE pelo presidente do Conselho Regional de Administração do Amazonas, Inácio Guedes Borges, solicita a perda do mandato público de Wilson Lima, e ainda, a inabilitação para exercer função pública pelo prazo de cinco anos e demais repercussões cíveis e criminais.

Pedido

Para o presidente do Conselho de Administração, não restam dúvidas das graves e sistemáticas violações de diretos sociais em relação a saúde e vida, praticadas pelo Governador do Amazonas, Wilson Lima. “Conforme é de conhecimento de toda a sociedade amazonense, o Estado do Amazonas vem atravessando severa crise no que diz respeito à área da saúde pública o que agravou-se de forma exponencial a partir do ano de 2019, é de clareza solar que diversos atos perpetrados pelo Executivo, levaram nosso Estado à beira do colapso”, consta no pedido.

Saúde Pública

No pedido de impeachment, consta ainda diversas matérias de jornais locais e nacionais a respeito do descaso com a saúde pública, citando que em dezembro de 2019, o Amazonas foi destaque nacional pela falta de gerência da saúde pública, com a superlotação de unidades de saúde. Destacando que os próprios pacientes gravaram e mostraram a falta de infraestrutura dentro dos hospitais. “Em meio a toda essa problemática ocasionada na saúde, uma imagem nos choca, diz respeito ao fato de que as mães que cuidam dos bebês recém-nascidos ou prematuros nas incubadoras. Elas dão medicação e alimentação por sonda, porque não há enfermeiros, além do que trouxe à tona o fato de que as famílias dos pacientes são obrigadas a adquirir os remédios, haja vista que nas unidades hospitalares faltam todos os tipos de insumos e medicamentos”, diz o documento.

Colapso da saúde

O pedido de impeachment do governador Wilson Lima destaca a pandemia de Covid-19 no Amazonas. No dia 6 de abril, o secretário de saúde na época, Rodrigo Tobias, informou durante coletiva que “se eu pudesse colocar numa escala de 0 a 100, hoje nós estamos próximo de 95%, ou seja, 5% uma capacidade mínima de leitos vazios de UTI”, disse. Sendo assim, fica claro que o sistema de saúde pública havia colapsado.

Hospitais

Ainda é citado, que todos os Hospitais e Prontos-Socorros da cidade de Manaus estão funcionando como “porta aberta” para o atendimento de pacientes com casos suspeitos ou mesmo portadores do Covid-19. “É incontestável que o planejamento e execução da gestão de saúde em nosso Estado ocorrem de forma desordenada e ineficiente por culpa do governador do Estado do Amazonas”, justificou.

*Apresentador do programa AMAZONAS DIÁRIO

Fonte: D24am. Leia mais em https://d24am.com/artigos/alex-braga/semana-decisiva-para-wilson-lima-em-brasilia-e-pedido-de-impeachment-pode-ser-votado/

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!