ACESSOS
85719

 
 
    < Voltar  

09/08/2019 10:50:27


JUDICIÁRIO DECRETA TRABALHO ESCRAVO PARA CIRURGIÕES

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

Mais uma vez a crise na saúde do Amazonas mostra de forma nua e crua a incapacidade do atual governo para gerir a coisa pública.Sem capacidade de decisão e sem crédito junto a servidores de todas as categorias, as mentiras pregadas em campanha, pelo governador Wilson Lima com o único fim de chegar ao Poder, agora começam mover a másc ra do “novo”.

O governador e sua equipe, como já demonstrado em casos anteriores quando se vê acusado por sua incapacidade de dialogar com os servidores, recorre a Justiça.

Assim foi com a greve dos professores e agora com os médicos cirurgiões que servem a população. 

O governador recorreu a Justiça que por sua vez, esqueceu a sua natureza mediadora de conflitos, e mandou os médicos de volta ao trabalho, mesmo sem os devidos pagamentos.

Mas, como no Brasil criou-se a cultura de que decisão judicial não se discute. Cumpre-se. Os médicos são obrigados a cumprir. 

Mas  discute-se à medida que juízes se achando divinos e infalíveis interpretam a lei de forma dúbia e estabelecem sentenças que contrariam  direitos fundamentais, inclusive com ameaça típica dos “coronéis de barranco”, obrigando seus escravos ao trabalho sem remuneração.

Com a decisão do Governador Wilson Lima e da Justiça do Amazonas, o ICEA e os médicos que dependem dos seus salários atrasados, passaram a ser considerados tanto pelo Governo como pela Justiça; os vilãos da causa, quando o verdadeiro vilão é o Estado e seus ineptos prepostos ,  exploradores e incompetentes.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!