ACESSOS
85719

 
 
    < Voltar  

23/07/2019 12:59:48


SANEAMENTO PODE MELHORAR A VIDA DAS PESSOAS, MAS NÃO DÁ VOTO

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

Imagem: divulgação

A grande maioria das capitais e cidades de médio porte, em que pese arrecadarem com a cobrança de taxas de água e esgoto, o investimento no setor deixa muito a desejar.

Para o Instituto Trata Brasil, que fez um levantamento da situação considerando as 100 maiores cidades do país, o baixo investimento compromete atendimento de água e esgoto e é sinal de má gestão.

Em todo o território nacional, somente 46 cidades tem mais de 80% de rede de esgoto atendendo a população. Outro dados que mostra a falta de investimento no saneamento básico é em relação ao desperdício de água potável, onde aparecem 80 cidades com perdas de água no sistema de distribuição superior a 30%. Isso significa que a cada 100 litros, 30 são desperdiçados ou roubados.

Das 100 cidades que aparecem no Ranking do saneamento, em primeiro aparece a cidade de Franca (SP),e no Norte as cidades de Belém (PA) aparece em 57º lugar; Santarém (PA) em 97º lugar. 

Manaus aparece em 98ª, só ganha de Ananindeua (PA) que aparece em 99º lugar e Porto Velho (RO) que ocupa o último lugar do ranking das 100 cidades.

Para mudar esse quadro, a população precisa ter consciência no momento de escolha de seus gestores e representantes políticos.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!