ACESSOS
84663

 
 
    < Voltar  

28/03/2019 12:05:05


NÃO TEM MAIS CONVERSA. OU PAGA, OU PARA!

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

Imagem: divulgação

Depois que não foi mais possível conversar com o Governo Wilson Lima, devido a intransigência da SEDUC, os professores da Rede Estadual decidiram paralisar as atividades docentes, em sinal de alerta pelo descumprimento no pagamento da data base e do reajuste de 15% soa salários.

O representante da ASPROM SINDICAL, Lambert Melo, usando espaço cedido pelos deputados na ALEAM, disse que a proposta do governo é incompatível e que a categoria dos trabalhadores em educação fechou questão sobre o reajuste de 15%.

Para Lambert “a proposta do governo apenas repõe a inflação e, portanto, é inócua, o governo não é digno de credibilidade”. Vários deputados justa a causa dos educadores e apoiaram as palavras do líder sindical. Em todo o Estado estão previstas manifestações por parte dos educadores.

R$ 5. Milhões para comprar tambaqui

Alegando falta de recursos para reajustar os salários dos educadores, a SEDUC, ou seja o Governo Wilson Lima, segundo o deputado Wilker Barreto, vai usar R$ 5 milhões para comprar tambaqui que será oferecido em forma de sopão.

Para Wilker Barreto, esse é mais um contrato imoral que a SEDUC sob o comando do ex-deputado Luiz castro vem fazendo.

De acordo com o contrato, o quilo do tambaqui a ser adquirido pela Seduc para atender as demandas de crianças do ensino fundamental custará R$ 84,00, enquanto na Rede DB o quilo do mesmo peixe pode ser comprado a R$ 9,00.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!