ACESSOS
81017

 
 
    < Voltar  

30/01/2019 10:38:02


DETERMINAÇÃO DO MPF E MPE PODE ABRIR JANELA PARA ESCOAR DINHEIRO PÚBLICO

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

 

Nelson Brelaz

Foto: divulgação

Os Ministérios Público Federal e Estadual ao desenterrar um Termo de Ajustamento de Conduta-TAC, firmado em 2006, em que o Estado se comprometia a regularizar o abastecimento da rede de saúde, com medicamentos e insumos, hoje isso pode ser uma porta escancarada para “jogar no Lico o dinheiro público”.

Apesar do Secretário de Saúde declarar que está fazendo esforço para equilibrar as finanças e que não há verba no momento para compra desse tipo, a determinação obriga o governador Wilson Lima a fazer compra emergencial, e emergência é sempre emergência, portanto, a SUSAM pode comprar como quiser e de quem quiser ao preço que for oferecido.

Foi esse tipo de ações que levaram o governo de José Melo ao descalabro que acabou desencadeando a “Operação Maus Caminhos”, o maior desvio de recursos da saúde no Amazonas.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!