ACESSOS
77211

 
 
    < Voltar  

27/07/2018 13:13:43


PARINTINS NÃO CONFIRMA CASO DE SARAMPO ATÉ O MOMENTO

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Secretaria de Comunicação

A Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria de Saúde e Coordenação de Vigilância em Saúde, não confirma até a manhã desta sexta-feira, dia 27 de julho, casos de sarampo positivos no município. A instituição teve acesso a publicação de matéria em nível estadual dando conta de casos em Parintins, Itacoatiara e Manacapuru e Manaus, porém afirma que não recebeu qualquer notificação oficial por parte da Fundação em Vigilância em SAÚDE do Estado e Laboratorio de Referência LACEN, órgãos responsáveis por informar casos confirmados da doença.

A coordenadora de Vigilância em Saúde de Parintins, Elaine Pires, afirma que o município tem vários casos suspeitos e notificados a Fundação em Vigilância e Saúde do Estado que estão em investigação laboratorial, como determina o protocolo do Ministério da Saúde.

"Desde a publicação da matéria em Manaus tentamos falar com o diretor presidente da FVS, doutor Bernardino Albuquerque, mas não conseguimos contato até o momento. Porém, o departamento dentro da Fundação em Vigilância em Saúde, por meio da coordenadora estadual de Doenças Exantemáticas, Ângela Desireé, que trata dos casos de sarampo, reafirmou que em Parintins oficialmente não temos casos confirmados", disse Elaine.

Elaine Pires destaca que o município de Parintins desde o mês de março tem realizado uma série de trabalhos de prevenção ao sarampo com a intensificação da vacinação e treinamento dos profissionais para o atendimento de casos suspeitos. "O prefeito Bi Garcia e o secretário Clerton Rodrigues determinaram total atenção em relação a esse tema que preocupa a todo Estado do Amazonas. Hoje temos um protocolo sendo adotado nos nossos dois hospitais para tratar de forma eficiente aos casos suspeitos e realizar a notificação as autoridades do Estado", enumerou.

Todas as unidades de saúde em Parintins contam com a vacina tríplice viral que também protege contra o sarampo, enfatizando que a faixa etária prioritária é de 1 a 5 anos, segundo o Calendário Nacional de Vacinação.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!