ACESSOS
78295

 
 
    < Voltar  

21/12/2017 15:45:14


O BOM VELHINHO ERA O CHEFE DA CORRUPÇÃO

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

O ex-governador José Melo, preso esta manhã, 21, pela Policia Federal, segundo a inteligência da PF era o cabeça da quadrilha que fraudava verbas públicas no Estado do Amazonas.

A Operação Estado de Emergência, deflagrada na manhã de hoje, 21, é o resultado do trabalho investigativo do Ministério Público Federal, Polícia Federal e Controladoria Geral da União, que aponta José Melo de Oliveira como parte do esquema criminoso.

Em um diálogo interceptado pela Polícia federal, entre Mohamad Moustafa e a advogada Priscila Marcolino, José Melo era tratado como o “velhinho”.

As investigações da PF demonstram que entre 2014 e 2015, dos repasses do Fundo Nacional de Saúde – FNS, no valor de R$ 900 milhões, para o Fundo Estadual de Saúde, foram desviados mais de R$ 250 milhões para o INC, e deste valor R$ 50 milhões foram desviados em forma de pagamentos a fornecedores, sem que os mesmos prestassem quaisquer serviços ao Estado, além de movimentação vultuosa de recursos via saques em espécie pelos líderes da organização criminosa.

Com a deflagração da Operação Custo Político, foram presas 12 pessoas que fazem parte da quadrilha, entre estas estão, ex-secretários da Saúde, Fazenda, Administração, Casa Civil e até um coronel da Polícia Militar.

Segundo a investigação, um dos secretários de saúde, à época recebeu 14 pagamentos de R$ 133 mil para favorecer o Instituto dirigido por Mohamad Moustafa, que tinha a fachada de organização social.

Um outro secretário foi beneficiado com repasses de R$ 300 mil reais, durante 18 meses.

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!