ACESSOS
71291

 
 
    < Voltar  

CONTINUAM AS VIAGENS SEM COLETE

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz 

Parece que a vida não tem muito valor para grande parte das pessoas que navegam nos rios e vias navegáveis em pequenas embarcações, as chamadas rabetas ou bajaras.

Mesmo a Capitania dos Portos de Parintins cobrar o uso do colete salva vida, as pessoas preferem se arriscar e alegam que o colete é desconfortável e muitos afirmam que custa muito caro.

A verdade é que o costume de navegar arriscando a vida nessas pequenas embarcações, por necessidade de se deslocar para a cidade ou mesmo para outras comunidades, muita vida tem sido pedida por falta do equipamento de salvatagem.

Famílias inteiras são vistas navegando nos rabetas, sem nenhuma segurança para o caso de uma alagação, e com certeza haverá vítima fatal, o que preocupa o Capitão Marcelo Barrios Lucio, agente da Capitania dos Portos de Parintins.

Pouco efetivo

Com cerca de 10 Militares e tendo que atuar fiscalizando os Municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos, é impossível para a Capitania coibir os abusos diários dos que insistem em navegar na contramão da segurança.

Um cidadão que presenciava a saída de uma bajara hoje pela manhã no porto da Caçapava, com 3 adultos, duas crianças e bagagens da família, foi incisivo ao afirmar que “é falta de consciência de uma pessoa dessa que põe sua família em risco, depois que acontece o acidente ele é o primeiro a achar que a Marinha tem que vigiar o rio”

 

 

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!