ACESSOS
71291

 
 
    < Voltar  

FALTA DE COLETE TEM CEIFADO VIDAS

 
       Compartilhe esta matéria em sua linha do tempo!

Nelson Brelaz

A falta de consciência de quem navega nos rios, lagos e vias navegáveis da nossa região, no que diz respeito ao uso de material de salvatagem, tem sido a causa da perda de muitas vidas, como o fato ocorrido hoje em frente a Cidade Garantido.

Apesar das cobranças por parte da Marinha, o que a maioria entende é que não se faz necessário o uso do colete salva vidas, por se tratar de pequenas embarcações, as chamadas bajaras ou rabetas.

Algumas pessoas ainda criticam os marinheiros, taxando-os de “exibidos que só querem aparecer”, quando os mesmos abordam as pequenas embarcações e fazem a exigência do material básico de salvatagem, o colete.

Muitos afirmam que “estou acostumado a viajar sem colete”, e nunca dão a devida importância para o uso do material.

Vamos fazer abaixo assinado

Hoje, 18/11/17, quando estavam sendo feitas as buscas ao menino Luís Felipe de 1 ano e 8 meses de idade, muita gente falava em fazer abaixo assinado para a Capitania dos Portos obrigar as pessoas ao uso do colete, como se isso não fosse responsabilidade da própria pessoa que se lança ao rio para navegar.

Um cidadão que não quis se identificar clamou que “se eu usar o colete eu não vou morrer? ” Mal sabe o cidadão, na sua santa ignorância que se for sua hora, ninguém e nenhum equipamento de salvatagem irá impedir, mas pelo menos se acontecer o fatídico desfecho seu corpo será facilmente encontrado e poderá ter um sepultamento digno.

Tem até colete salva-vidas para cães

A Marinha e a indústria de segurança naval vêm investindo pesado na modernização desses equipamentos que hoje se tornou fácil encontrar no comércio local colete salva vida até para os cães de estimação quando precisam viajar pelos rios, lagos e vias navegáveis.

A Marinha do Brasil, faz sua parte aqui em Parintins e nos municípios de sua jurisdição, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos, promovendo palestras sobre o uso de material de salvatagem, mas a dureza de entendimento das pessoas, leva a desfechos como o de hoje, infelizmente. 

Comaprtilhe esta matéria em sua linha do tempo!
Comentário:
      Comentário:
      E-mail:
      Senha:
                           Cadastrar-se para comentar
  Comentários de usuários cadastrados »

Não há comentários nesta matéria. Seja o primeiro a comentar, cadrastre-se!